#Basfond

  • A marca de beachwear Rosa Chá passa por uma crise financeira. O estilista Amir Slama vendeu 75% do capital da marca em 2006 ao grupo catarinense Marisol. O negócio tinha tudo para dar certo, no entanto, desandou. Três anos depois, Slama vendeu seus 25% restantes do capital e deixou o grupo, descontente. Após sua saída, a marca encolheu. Dezesseis lojas foram fechadas, entre franqueadas e próprias. Hoje sobraram apenas oito. Giuliano Donini, presidente da Marisol, justifica que a marca está passando por um “ajuste fino” para poder voltar a crescer.
  • A Louis Vuitton lança o livro Louis Vuitton: Architecture & Interiorssobre a arquitetura e decoração das suas lojas ao redor do mundo. A grife que também é conhecida por suas vitrines super elaboradas tem o lançamento previsto para o dia 1º de outubro e promete imagens inéditas de esboços dos arquitetos e entrevistas com designers de interiores como Peter Marino, Christian de Portzamparc e Jun Aoki. São 304 páginas, com 300 ilustrações por 85 dólares.
  • Chega ao Brasil a clutch Lytton da Diane von Furstenberg, que já foi vista arrematando looks de estrelas como Fergie,Cheryl Cole e Jessica Alba, e até o visual real de Kate Middleton. Desembarcou por aqui no modelo Popcorn Coral Black.
  • Kate Moss deve lançar sua autobiografia — sem censura — em breve. Os mais de 20 anos de silêncio devem chegar ao fim. A modelo  vai contar suas experiências com drogas, sexo, rock’n roll e moda. “Kate sempre foi uma pessoa que evitou dar entrevistas, então o público não sabe realmente como é sua vida. Só imagina por especulações de fotos”, disse uma pessoa próxima a ela ao jornal “The Sun”.
Anúncios